Gino Maverick, Gabriel Pisano, Barrel-Less

Navegando entre o desassossego de Fernando Pessoa, os infinitos vinhos e a gastronomia italiana!

 

 


>> Confira os Vinhos e Gadgets recomendados pelo Club del Vino! <<

vinho para iniciantes e iniciados


 

  

 

No dia 13 de agosto 2018 o Wines of Urugai realizou em São Paulo um Speed Tasting inédito no Brasil, com os melhores produtores do Uruguai.

Cada digital influencer do vinho tinha 5 minutos para entrevistar um produtor, e ele tinha que tentar nos apaixonar com o seu vinho neste tempo, o ciclo ia se repetindo e a gente se surpreendo cada vez mais com os incríveis vinhos.

 

Um dos vinhos que mais me chamou atenção foi o Barrel Less do Gabriel Pisano.

Entrevistar Gabriel degustando seu novo vinho foi algo inspirador, a Vinã Progreso é seu projeto solo que se inicia em 2006 que traz na bagagem toda tradição familiar e toda sua experiência na África do Sul, EUA e Chile, logo em 2007 ele é elogiado por Jancis Robinson que já profetisa “Atenção, Uruguai, aí vem Gabriel!”

Usar novo métodos está no perfil de Gabriel, ele tem muito experiencia em uma técnica chamada de Open Barel Fermentation que deixa o vinho fermentar em barris abertos, estilo de vinificação muito usado na Espanha na região de Priorato, parece algo mais simples, mas na realidade é algo mais trabalhoso e meticuloso.

Já no Barrel-Less sua última criação, é um Tannat sem a interferência de madeira, mesmo ele sendo extremamente jovem da safra 2018, está redondo, fresco, com boa acidez e pura fruta. Este vinho já nasceu grande e tradicional, não precisou nada da madeira o que de certa maneira foi quebrar mais um paradigma, pois para domar os Tannats Uruguaios a maioria dos produtores esbanjam no uso de carvalho de primeiro e segundo uso, isso traz mais maciez ao vinho, mas em contraponto perde o frescor da fruta.

Gabriel consegui neste vinho fazer um Tannat incrível que não precisou ser amansado, pois como falei mesmo sendo extremamente jovem estava muito harmonioso, fico a pensar se na safra 2019 ele terá o mesmo resultado levando em conta que 2018 entrará para a história como uma das melhores safras aqui na américa do sul.

 

Barrel-Less Vinho Rock

Produção de apenas 1. 200 garrafas.

Sabendo que Gabriel gosta como eu do bom e velho rock´n roll questionei qual o estilo deste vinho, e ele já declara “este é um punk rock, como uma balada dos Ramones”.

Inicialmente pensei no hit Hey Ho Let´s Go (Blitzkrieg Bop) mas pensando bem este vinho é What A Wonderful World de Joey Ramone.

Parabéns Gabriel vida longa e próspera a seus sonhos.

@vinaprogreso #vinaprogreso #vinhosdouruguai #tannattoursp #speedtastinguruguai #ch2a @winesofuruguay @pisano.artesania.vinos.finos

 

 

 

 

  

 


>> Confira os Vinhos e Gadgets recomendados pelo Club del Vino! <<

vinho para iniciantes e iniciados


 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *