fermentação vinho tanque inox barrique

Descobri o prazer de mergulhar no mundo fascinante dos vinhos já há quase três décadas, e foi paixão à primeira taça. Desde então, dedico-me ao conhecimento e aprendizado dessa maravilhosa e fascinante bebida, desvendando a cada dia diferentes sensações e experiências únicas, que só mesmo o vinho é capaz de proporcionar. Consegui aliar o prazer ao trabalho, prestando assessoria, consultoria e hoje desenvolvo cursos na área de vinhos, espumantes e harmonização enogastronômica, fazendo um trabalho inovador, diferenciado e profissional, com destaque ao serviço especializado de vinhos executado pelo sommelier. Saúde!

Tudo que envolve o vinho parece possuir uma magia inexplicável.

Cada manejo do agricultor, cada etapa da vinificação, e por fim a chegada do produto final às prateleiras, são sempre marcados pela atenção minuciosa de todos envolvidos nessa cadeia, que zelam para que a bebida cumpra seu papel de alegrar as pessoas e tornar seus dias mais felizes!

 


Veja também: Enófilo, Enólogo, Sommelier: afinal de contas, quem é quem?


E claro, um dos diferenciais mais marcantes quando se produz vinho são as barricas de carvalho!

Sejam elas de carvalho francês, americano, esloveno, as que conferem aromas de baunilha, café, coco queimado, enfim, só quem já degustou um vinho barricado ou teve a oportunidade de ver como são fabricadas as barricas, certamente consegue encarar o vinho de uma maneira diferenciada e especial.

Mas por vezes a poesia acaba cedendo espaço para a tecnologia …

… e isso significa dizer que para que se mantenham os padrões de qualidade de um bom vinho, não significa que o produtor vá abrir mão de ferramentas que possibilitem um efetivo controle de todo o processo produtivo.

E assim como as barricas, que guardam muuuuitas histórias, com o inox não poderia ser diferente, afinal ele também faz parte do instigante mundo do vinho.

 

E surge o Stainless steel!

O famoso aço inox como conhecemos, foi descoberto pelo inglês Harry Brearley, que obteve em suas pesquisas, uma liga metálica resistente a corrosão, inicialmente aplicada na fabricação de talheres.

Estes até então, eram fabricados a partir do aço carbono e se corroíam com facilidade.

Conta-se que seu fabricante apelidou o produto como aço (steel) que mancha (stain) menos (less).

Segundo informações obtidas da ABINOX –  Associação Brasileira do Aço Inoxidável, o aço comum é uma liga constituída pelos elementos Ferro e Carbono. Já para se produzir o aço inox, a liga é de Ferro e Cromo.

O uso do inox pela indústria do vinho já ocorre há algumas décadas.

Mas somente a partir de 1960 ele começa a ser utilizado em larga escala, barateando significativamente o processo de produção em relação a utilização da madeira. Até então a madeira, geralmente carvalho, reinava soberana em todo o processo de fermentação da bebida.

Mas quais atributos pode-se conferir ao inox e que beneficiam a produção de vinhos?

Ainda segundo a ABINOX, o inox possui:

  • Alta resistência à corrosão;
  • Facilidade de limpeza e baixa rugosidade
  • É um material inerte
  • Oferece resistência a altas temperaturas, como também a temperaturas criogênicas (abaixo de 0º C);
  • Baixo custo de manutenção e ainda é um material reciclável.

Como vimos, o inox oferece muitos benefícios ao produtor quando colocado nesses reservatórios, sem o comprometimento da qualidade final do produto.

Mas é bom destacar: é opção do produtor utilizar ou não o carvalho em seus vinhos.

Alguns utilizam artifícios como a colocação  de  chips (retalhos) de madeira em tanques de aço inox para conferir ou simular alguma tipicidade do carvalho nos vinhos produzidos, como por exemplo, equilibrar seus taninos, deixando-os mais dóceis, não arcando dessa maneira, com custos mais elevados de produção.

Também os chamados vinhos de guarda, aqueles produzidos com vinhas centenárias, em terroirs de qualidade inquestionável, e que podem envelhecer por décadas, se utilizam do carvalho para que toda a estrutura de aromas e sabores dos vinhos sejam agregados as características do carvalho utilizado, resultando em produtos únicos e excepcionais, inesquecíveis em qualquer degustação.

Façamos então um brinde a harmonização entre o vinho e a tecnologia, respeitando sempre a oportunidade única que os produtores têm de trabalhar com matéria-prima tão especial, as uvas!

Saúde!

 


>> confira os Vinhos recomendados por Club del Vino! <<


 

 

 

Comments

  1. Excelente matéria!
    Sempre ouvimos dizer que os barris, principalmente os de carcalho, eram “o ouro da mina”.
    Este artigo desmistifica está visão.
    Parabéns ao autor.

    1. Olá Gilson, tudo bem?
      Que bom que gostou da matéria! Isso nos incentiva a continuar em frente …
      Na verdade os barris de carvalho nunca vão deixar de fazer parte do mundo dos vinhos, seja para agregar alguma peculiaridade ao produto, ou mesmo para que auxilie na conservação e envelhecimento do vinho.
      Mas um fator importante vem mudando o panorama de consumo de vinhos no Brasil e no mundo, e nota-se cada vez mais uma tendência em se consumir vinhos mais jovens, mais frescos, para o dia a dia.
      E nesse cenário o inox preenche muitas oportunidades no sentido de atender esse novo público consumidor!
      Agradeço sua participação e continue acompanhando o blog do Club del Vino onde poderemos interagir sobre esse assunto tão gostoso…
      Saúde!

      1. Ciao sono ,Alessandro Tozzi vengo dall’italia mart vivo in Germania da 2 anni ho scoperto di avere la passione di questo meraviglioso nettare il Vino .Voglio ringraziare Club Dal Vino che da l’opportunita ad altra gente di conoscere al meglio questo mondo .Grazie e Salute

      2. Ciao sono ,Alessandro Tozzi vengo dall’italia mart vivo in Germania da 2 anni ho scoperto di avere la passione di questo meraviglioso nettare il Vino .Voglio ringraziare Club Dal Vino che da l’opportunita ad altra gente di conoscere al meglio questo mondo .Grazie e Salute

        1. Ciao Alessandro! Bello parlare con te Solo lo stesso vino per permettere questo scambio di esperienze, non è vero? Dal momento che ha commentato la Germania ha anche etichette eccellenti e sicuramente è possibile avventurarsi in questo affascinante mondo dei vini. L’importante è sapere, passare attraverso l’acciaio inossidabile o la quercia.
          Vino: vita lunga, felice e salutare!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *