taça de vinho

O vinho é a única bebida que aquece o corpo e a alma. Marcel Gomes, 35 anos, brasileiro, belorizontino, casado, gastrônomo, WSET2 - Wines & Spirits Certified. Criador do perfil no Instagram @bacchusdeminas, idealizado para ajudar as pessoas a desburocratizar o mundo do vinho e quebrar paradigmas que o envolvem. Sou apaixonado pelo mundo da gastronomia e levo sempre as palavras de Cristina Brayner: " A arte culinária é a única que atua sobre os cinco sentidos, e a boa comida é aquela que mexe com você inteiramente, instiga sua mente, sua criatividade, enche os olhos e a boca, provoca sua percepção, leva você a lugares apenas imaginados. É harmoniosa, transparente e misteriosa, delicada e elegante. "


>> Confira os Vinhos e Gadgets recomendados pelo Club del Vino! <<

vinho para iniciantes e iniciados



 

 

Muitos me perguntam, qual é a taça ideal para tomar vinho?

E sempre respondo com outra pergunta, qual é a taça que te deixa a vontade para tomar vinho?

Convencionalmente, temos vários tipos de taças destinadas ao consumo de vinho.

Particularmente, acho que a taça ideal, é aquela que te dá a liberdade para você tomar o seu vinho do seu jeito, da sua forma, sem “enochatice”.

Devemos e temos que desburocratizar o consumo de vinhos no Brasil, o vinho é seu, tome ele do seu jeito, da sua forma, sem amarras e sem culpa.

Porém, como conhecimento só vem para somar, hoje vou abordar, na minha opinião, as 6 principais estilos de taças que existem no mercado. Lembrando o que caracteriza uma taça é basicamente a composição de bojo, haste e base.

Então, vamos aos tipos:

 

1. Taça de vinho tinto Bordeaux

 

Possui o bojo grande e a borda fechada. Os fabricantes falam que esse tipo de taça é ideal para vinhos encorpados, com muito tanino, pois ajudam na evolução dos aromas.

É por isso que colocaram o nome de Bordeaux em homenagem a região da França onde se produz vinhos com essas características.

 

2. Taça de vinho branco

 

 

Ela tem quase as mesmas características da taça Bordeaux, porém a haste é aumentada e o bojo menor.

Desenvolvida para o consumo de vinhos brancos, que usualmente são servidos em temperatura mais baixa, o bojo menor tem menos espaço para troca de calor com o ambiente e a haste grande deixa as mãos longe do bojo evitando o aquecimento do vinho.

 

3. Taça de vinho Borgonha

 

 

Com o bojo no formato de um balão, ela foi criada para degustação dos complexos Pinot da Borgonha, de onde tiraram o seu nome.

Apresenta o bojo maior que o da taça Bordeaux, para permitir maior contato com o ar, ajudando a abrir os complexos aromas do vinho na taça.

 

4. Taça de vinho Flûte ou Espumante

 

 

Possui um formato alongado e o bojo fino, que lembra uma flauta (flûte, em Francês), de onde veio o nome.

Desenvolvida para manter a perlage do espumante da hora de servir até o último gole. Para quem não sabe, perlage são as bolinhas de gás que ficam subindo do fundo de uma taça de espumante.

 

5. Taça de vinho do Porto ou sobremesa

Ela possui um bojo pequeno, simplesmente porque os vinhos de sobremesa e fortificados são consumidos em menor quantidade se comparado com o vinho fino seco.

 

6. Taça ISO

 

 

Essa taça foi desenvolvida pela International Standarts Organization (Organização de Padrões Internacionais) de onde ganhou o nome ISO.

Hoje é a taça mais utilizada em degustações técnicas. Ela possui o bojo maior, com um formato harmônico entre alongado, arredondado e fechado na parte de cima.

O que lhe confere uma boa percepção de aromas.

Todos esses modelos podem ser encontrados em materiais como acrílico, plástico, vidro, cristal e cristal com titânio, sendo esse último o mais resistente a pequenos tombos.

Espero que tenham gostado. Até a próxima.

Saúde !

SIGA O INSTRAGRAM: @bacchusdeminas
E-MAIL: bacchusdeminas@gmail.com

 


>> Confira os Vinhos e Gadgets recomendados pelo Club del Vino! <<

vinho para iniciantes e iniciados



 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *