vinho azul

Entusiasta do mundo dos vinhos, quer ajudar várias pessoas a apreciar e conhecer mais sobre essa maravilhosa bebida, compartilhando seu conhecimento e experiências.

É de conhecimento de poucos que existe uma variedade de vinhos bastante curiosa: o Vinho Azul.

Esse tipo de vinho se tornou muito popular entre os jovens e iniciantes.

Criado na Espanha pela marca Gik Blue, tornou-se o queridinho entre os aventureiros.

Apesar da estranheza e da polêmica que gira em torno desta bebida, muita gente tem vontade de experimentar só de olhar sua cor linda e intensa.

 

E como é obtida a coloração azulada?

Os belos tons de azul são obtidos por meio da mistura entre uvas tintas e brancas, sem adição alguma de corante!

Pelo menos é o que os produtores dizem.

Segundo eles, pigmentos naturais dão origem à tal coloração. O índigo e a antocianina são obtidos a partir da pele das uvas durante a sua elaboração.

O conceito do Vinho Azul foi desenvolvido ao longo de dois anos por seis jovens empresários espanhóis.

Os amigos estavam colaborando com uma universidade e um centro de pesquisa em alimentos.

“Nós não somos viticultores. Nós somos criadores.” – afirmam.

 

E quanto às suas características?

Para os curiosos, o Vinho Azul se assemelha a um Colheita Tardia.

Geralmente possuem aroma de frutas maduras e é um vinho bem doce, com certa acidez para equilibrar.

A temperatura de serviço recomendada é de algo em torno de 10º. Bom para ser consumido no verão, na beira da piscina.

É um vinho “recreativo” para ser bebido sem muitas pretensões. Pode ser servido com canapés, massas leves ou sobremesa.

 

Proibido no Brasil?

Sim.

Contrariando os criadores, o Ministério da Agricultura, Pesca e Abastecimento (MAPA) afirma que os vinhos azuis contém sim corantes artificiais.

Estudos encontraram corantes denominados Azul Indigotina E-132, conhecido por Indigo Blue e Azul Brilhante E133.

De acordo com o Ministério, mesmo sendo uma bebida produzida a partir da fermentação do suco da uva, nenhum vinho ou bebida à base de vinho pode conter em sua composição corantes artificiais que não estejam previstos na legislação sobre aditivos da ANVISA.

 

É vinho ou não é?

Este vinho polêmico pode ofender os enófilos e os especialistas, principalmente os mais tradicionais.

Porém muitos acreditam que é natural no mundo dos vinhos ter a mente aberta ao novo, à experimentação.

O fato é que o vinho azul é produzido a partir de uvas, por meio de fermentação até atingir sua graduação acoólica.

 

E então, qual a sua opinião sobre o Vinho Azul?

Já experimentou? Ficou curioso?

Tem ou não tem corante?

 

Conta pra gente nos comentários!

Um brinde e bons vinhos!

 

Instagram: https://www.instagram.com/vinhopro/

Facebook: https://www.facebook.com/VinhoPro/

Blog: https://blog.vinhopro.com.br/

 

 

Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *